Guia do Condutor
Como usar o triângulo de sinalização corretamente

Como usar o triângulo de sinalização corretamente?

Para além da habilitação legal para conduzir (a carta de condução), do seguro e da inspeção periódica, o Código da Estrada obriga a que os condutores tenham sempre consigo no carro um colete retrorrefletor e um triângulo de sinalização.

Estes dois objetos são de grande utilidade quando o inesperado bate à porta durante as suas viagens.

O que é e para que serve um triângulo de sinalização?

Tal como nome indica, o triângulo de sinalização é um equipamento que lhe permite sinalizar uma situação de perigo, tal como um acidente em que se veja envolvido, uma paragem de emergência na berma para trocar um pneu ou uma situação em que deixe cair carga.

Esta é mesmo uma obrigação, já que como refere o artigo 88º do Código da Estrada, "os veículos devem estar equipados com um sinal de pré-sinalização de perigo (triângulo) e um colete, ambos retrorrefletores e de modelo oficialmente aprovado".

No caso de não possuir o triângulo de sinalização e/ou o colete retrorrefletor, poderá ser multado entre 60 e 300 euros por falta de equipamento.

Assim, caso sofra um acidente ou necessite de imobilizar o seu carro na berma, torna-se obrigatório vestir o colete retrorrefletor antes de sair da viatura e, posteriormente, colocar o triângulo de sinalização à distância indicada por lei.

Como colocar corretamente o triângulo de sinalização?

Apesar de não ser particularmente difícil colocar o triângulo de sinalização, a verdade é que muitas pessoas ainda têm algumas dúvidas em relação à sua colocação, especialmente quanto à distância a que este deve estar do carro.

Vamos por partes. Nem os mais avançados sistemas de segurança que equipam os SEAT Ibiza, Arona, Leon, Leon Sportstourer, Ateca ou Tarraco conseguem evitar por completo que, por exemplo, fure um pneu ou sofra um acidente. Afinal de contas não circulamos sozinhos na estrada.

Quando isto acontece, e se possível, procure parar o carro na berma de uma zona com boa visibilidade e ligar os quatro piscas.

Após imobilizar o carro, vista o colete retrorrefletor e assegure-se que pode sair do automóvel sem perigo. Caso consiga pegar no triângulo, monte-o antes de sair do carro.

Já fora do carro, com o colete retrorrefletor vestido, coloque o triângulo de sinalização a uma distância de, pelo menos, 30 metros da traseira do automóvel, de modo a que este seja visível pelos outros veículos a uma distância de 100 metros.

Note que o triângulo deve ser colocado perpendicularmente ao solo, para que fique bem visível para os outros condutores e a sua segurança e dos restantes ocupantes do veículo fique garantida.

Notas:

  • Quando em zonas de fraca iluminação, utilize a lanterna do telemóvel para colocar o triângulo;
  • As regras em relação à pré-sinalização de perigo variam de país para país, por isso, antes de sair de Portugal com o seu carro, procure saber quais as regras em vigor no país de destino.

Dúvidas na medição da distância? Tome nota dos seguintes exemplos

Definir uma distância de 30 metros nem sempre é tarefa fácil, especialmente quando o local onde paramos apresenta dificuldades acrescidas, como é o caso de uma curva ou lomba.

Assim, para que nunca fique com dúvidas onde colocar o triângulo, tome nota destes exemplos:

  • Paragem numa curva ou lomba de estrada

Quando só consegue parar o veículo numa curva ou lomba de estrada, deve colocar o triângulo de sinalização fora da curva/lomba a uma distância de, pelo menos, 100 metros, para que os outros condutores sejam avisados com antecedência que se aproxima uma zona de perigo e possam moderar a velocidade.

  • Curva precedida de outras curvas

Neste caso, é possível que os outros condutores não consigam ter visibilidade para o triângulo a 100 metros da traseira do veículo sendo, por isso, necessário colocar este equipamento de pré-sinalização de perigo a uma distância que pode variar consoante a orografia da estrada.

Como a ideia do triângulo de sinalização é alertar, em tempo útil, os outros condutores para a existência de uma situação de perigo na via, a distância de segurança deve ser maior podendo, claro está, ultrapassar os 100 metros.

  • Cruzamento

Se só conseguir parar o carro num cruzamento ou entroncamento, poderá ser mais complicado colocar o triângulo de sinalização a, pelo menos, 30 metros. Caso se veja nesta situação, aconselhamos a que coloque o triângulo à maior distância possível dadas as condições da estrada assegurando que a colocação do equipamento não interfira com a circulação dos outros veículos e se encontre entre o seu automóvel ou carga caída e o cruzamento/entroncamento.