Guia do Condutor
Educação Rodoviária

Educação Rodoviária: como pode ser um melhor condutor?

"Para, reflete, pensa, age, aprende", "Faça da estrada um meio, não um fim" ou "Dê prioridade à Vida! Olhe por si e pelos outros", são apenas alguns dos slogans que a Prevenção Rodoviária lançou ao longo dos últimos anos com o intuito de diminuir a sinistralidade na estrada e apelar a uma condução mais conscienciosa.

Conduzir não só é um ato de responsabilidade individual máxima, mas também uma ação que exige que cada condutor coloque, literalmente, em marcha uma consciência de carácter coletivo, uma vez que ninguém circula sozinho na estrada. À segurança do condutor, junta-se ainda a segurança dos ocupantes, dos outros condutores e ocupantes dos veículos que ocupam a mesma via, peões e até animais.

Assim, por si e por todos eles, vamos ajudá-lo a tornar-se um melhor condutor e garantir a sua segurança na estrada através das dicas de educação rodoviária que temos para si ao longo das próximas linhas.

 

Dicas para se tornar num melhor condutor

• Respeite sempre a distância de segurança

"Os condutores devem guardar dos outros veículos uma distância suficiente que lhes permita parar em segurança no caso de travagem ou imobilização súbita", artigo 18º do Código da Estrada.

Tornar-se um bom condutor passa, sem sombra de dúvida, por respeitar sempre a distância de segurança para o veículo que circule à sua frente e/ou ao seu lado, de modo a não só evitar embates, mas também para que, sempre que exista um percalço na estrada, consiga parar a tempo e salvaguardar a sua integridade física.

De acordo com as boas práticas de educação rodoviária, deve guardar uma distância de 18 metros do veículo que circula à sua frente.

Devido às condições de trânsito e das próprias estradas, nem sempre é fácil manter a distância de segurança exigida, mas há uma tecnologia presente nos SEAT Ibiza, Arona, Leon, Leon Sportstourer, Ateca ou Tarraco que o vai auxiliar nesta importante tarefa: o Cruise Control Adaptativo.

Na prática, esta funcionalidade vai manter a distância de segurança para o veículo que circula à sua frente e ajudá-lo a manter a segurança na estrada.

 

• Respeite os limites de velocidade

Ainda que, por vezes, a urgência ou pressa o leve a carregar com mais força no acelerador, lembre-se que respeitar os limites de velocidade é meio caminho andado para diminuir a probabilidade de um impacto, como também para mitigar os danos físicos e materiais em caso de acidente.

Isto acontece porque quanto mais alta for a sua velocidade, maior será a distância de travagem necessária para imobilizar o seu automóvel, uma vez que o tempo de reação diminui consideravelmente.

Para além da maior propensão para acidentes, circular acima da velocidade permitida por lei irá fazer com que gaste mais combustível e esteja sujeito a contraordenações que lhe valem coimas e até a sanção acessória de inibição de conduzir.

 

• Se conduzir, não beba

Este chavão é antigo, mas nem por isso deixa de ser um dos melhores conselhos que lhe podemos dar. Se conduzir, não beba, pois o álcool vai diminuir fortemente o seu tempo de reação perante qualquer obstáculo que surja no seu caminho. Para além disso, a euforia provocada pelo álcool pode fazer com acelere mais do que devia colocando a sua vida, a vida dos ocupantes do automóvel e outros utentes da via, em perigo.

Lembre-se, se conduzir com uma taxa de alcoolémia superior ao permitido, incorre no pagamento de avultadas coimas e, em caso limite, até ser condenado a pena de prisão.

 

• Não tire os olhos da estrada

Não utilize o telemóvel enquanto estiver a conduzir, exceto se este se encontrar ligado a um sistema Bluetooth ou a sistemas de conectividade Full Link Wireless dos novos SEAT que lhe permitem, sem tirar as mãos do volante, não só fazer chamadas, como também aceder a mapas e listas de reprodução.

 

• Faça pausas em longas viagens

O cansaço e o sono são duas importantes causas de acidente, por isso, se está a realizar uma viagem longa, vá parando de 30 em 30 minutos ou de hora a hora. Caso esteja mesmo com muito sono, o melhor é parar e dormir e só regressar à condução quando estiver totalmente refeito.

Para além de tudo isto, não se esqueça de se hidratar e alimentar-se ao longo da viagem.

O Detetor de Fadiga presente nos automóveis SEAT é uma preciosa ajuda, pois alerta-o com sinais visuais e acústicos caso detete que o condutor apresenta sinais de cansaço.

 

• Comporte-se com civilidade

Ser um melhor condutor passa também por comportar-se de forma civilizada com os outros utentes da via.

Por exemplo, não gesticule de forma agressiva, não buzine desnecessariamente, dê espaço a que outro utente entre ou que faça manobras na via em que circule e não roube o lugar de estacionamento a outro condutor. Se respeitar estas simples indicações, a sua experiência de condução sairá enriquecida.