pt:Company:News & Events:Company:SEAT invests in its future 2020.0.13.2 PT/PT

SEAT investe no futuro

A SEAT vai investir 5 mil milhões de euros entre 2020 e 2025. O investimento irá para novos projetos de I&D para desenvolvimento de veículos no Centro Técnico da SEAT, especificamente para eletrificar a gama, e para equipamentos e instalações nas fábricas de Martorell, Barcelona e Componentes. Com este investimento, a SEAT prepara-se para desenvolver novos modelos e assumir a produção de novos projetos para garantir o emprego e impulsionar o futuro da empresa.

O presidente da SEAT, Carsten Isensee, sublinhou que "este plano de investimento é a nossa forma de lidar com o futuro com determinação e otimismo, para que tenhamos uma empresa mais forte, mais inovadora e mais sustentável. O nosso objetivo é que Martorell venha a fabricar veículos elétricos a partir de 2025, altura em que o mercado de veículos elétricos terá crescido."

O presidente da SEAT referiu ainda que "o nosso objetivo é impulsionar a transformação do setor automóvel em Espanha. Para assegurar o futuro da indústria automóvel em Espanha, precisamos da colaboração das administrações centrais, regionais e locais. Não podemos fazê-lo sozinhos. O plano apresentado pelo Governo Espanhol é um passo na direção certa para continuar a desenvolver o setor automóvel."

Uma empresa, duas marcas

Na conferência de imprensa realizada na recém-inaugurada CASA SEAT para apresentar a estratégia futura da empresa, Wayne Griffiths, Vice-Presidente de Vendas e Marketing e CEO da CUPRA, afirmou a SEAT e a CUPRA são essenciais para o desenvolvimento da empresa. Cada marca tem um papel definido, a sua própria personalidade e atributos, e aborda diferentes perfis de clientes. Neste sentido, ambas as marcas se complementam mutuamente e não podem ser substituídas. A SEAT é a porta de entrada para o Grupo Volkswagen, pois tem os clientes mais jovens – em média 10 anos mais novos - e muitos deles são compradores de primeira viagem.  A CUPRA, por outro lado, tem como alvo um segmento de mercado que se encontra entre o mercado de massas e o mercado premium tradicional. Estamos confiantes de que temos um grande potencial de crescimento entre os clientes que procuram o carácter único da CUPRA.”

Segundo Carsten Isensee, "a SEAT é, e será ainda mais no futuro, uma empresa com duas marcas bem definidas dentro da sua estrutura: SEAT e CUPRA. A SEAT e a CUPRA são dois lados da mesma moeda. A SEAT dá à CUPRA a base de volume para o crescimento em termos de produção, I&D e recursos humanos, e a CUPRA permite à SEAT mover o seu centro de gravidade para carros mais emocionais com um posicionamento superior." Isensee acrescentou que "Os sindicatos e a gestão da empresa partilham uma visão comum e estamos a trabalhar de mãos dadas sobre o futuro da empresa e das suas marcas."

A capacidade de investimento de ambas as marcas situa-se na estrutura da SEAT, bem como de ativos como mais de 15.000 colaboradores e três locais de produção: SEAT Martorell, SEAT Barcelona e SEAT Componentes. A sede da empresa e o potencial criativo e tecnológico reunidos no Centro Técnico e no Centro de Design estão também localizados em Martorell sob a estrutura da empresa SEAT. E nas proximidades, em Barcelona, encontram-se a CASA SEAT e o SEAT:CODE, o centro de desenvolvimento de software da SEAT.

Ainda hoje, a empresa anunciou que o SEAT:CODE vai ter um novo escritório no coração de Barcelona, nas Ramblas, com uma equipa de mais de 150 programadores de software dedicados a impulsionar a transformação digital da empresa e que cria produtos e soluções digitais para impulsionar a SEAT e a CUPRA. A SEAT já adicionou 20 novos profissionais ao SEAT:CODE e a partir de agora e ao longo dos próximos meses vai contratar mais 100.

CUPRA ganha força com o novo el-Born

Desde o nascimento da CUPRA, em fevereiro de 2018, a marca tem crescido exponencialmente, superando todas as expectativas. Após a abertura da Cupra Garage e a apresentação do CUPRA Leon e do CUPRA Formentor, que iniciou hoje as suas pré-reservas, a empresa decidiu que o concept car el-Born será lançado como modelo CUPRA.

A empresa vai lançar o veículo 100% elétrico el-Born sob a marca CUPRA

"O CUPRA el-Born exibe todos os genes da marca CUPRA e é a prova viva de que o desempenho e a eletrificação são uma grande combinação. Permitir-nos-á dar um passo importante na era da eletrificação, adicionar mais vendas e aumentar a margem comercial", explicou Wayne Griffiths.

O CUPRA el-Born é um carro que está a ser totalmente desenhado e desenvolvido em Barcelona, e como planeado, será fabricado em Zwickau, na Alemanha, na plataforma MEB. O el-Born chegará ao mercado em 2021 e será o primeiro carro neutro em carbono da empresa no seu balanço, da fábrica à estrada.

Wayne Griffiths sublinhou que "o lançamento da marca CUPRA há dois anos tem sido um grande sucesso. A disrupção que ocorre no seio da indústria automóvel é uma oportunidade ideal para surgirem novas marcas como a CUPRA. Acreditamos que o potencial da CUPRA é tão grande que poderemos atingir os 1.000 milhões de lucro quando toda a gama estiver disponível no mercado".

Falando sobre o Formentor, o CEO da CUPRA sublinhou que "representa o próximo passo no prolongamento do portfólio da CUPRA e marca uma nova fase no desenvolvimento da marca, e é uma abertura para um novo mercado de clientes. É um ponto de viragem no nosso objetivo de conquistar os entusiastas dos carros em todo o mundo."

Otimismo moderado para a segunda metade do ano

O presidente da SEAT, Carsten Isensee, também fez um balanço dos primeiros seis meses do ano, período marcado pelo coronavírus. Isensee afirmou que "a primeira metade do ano foi possivelmente uma das mais desafiantes da história da SEAT. Esperava-se que os exercícios de 2020 e 2021 fossem difíceis e agora temos de acrescentar o impacto da COVID-19 na indústria automóvel." Em todo o caso, Isensee expressou um otimismo moderado sobre o progresso do negócio nos próximos meses: "Nas últimas semanas começámos a assistir a uma ligeira melhoria à medida que começamos a retomar a atividade. Estamos confiantes numa recuperação, pelo menos parcialmente, durante o segundo semestre de 2020."

Do ponto de vista industrial, a fábrica da SEAT em Martorell recuperou quase por completo a sua taxa de produção pré-coronavírus e hoje produz diariamente cerca de 1.900 veículos, estando as fábricas de Barcelona e Componentes também perto de regressar aos volumes pré-coronavírus. A fábrica de Martorell entra agora na segunda metade de um ano que será marcado pelo início da produção do novo Formentor, o primeiro modelo 100% CUPRA, e o novo híbrido plug-in Leon. Ambos os veículos serão fabricados na linha 2 na fábrica de Martorell, que este ano lançou a quarta geração do Leon.

SEAT MÓ lança um novo serviço de assinatura amanhã em Barcelona

Para além do fabrico de quatro rodas, a marca SEAT também oferecerá soluções de duas rodas através da SEAT MÓ, uma nova marca empenhada na micromobilidade, que foi integrada na estrutura da marca SEAT. Foi apresentado há três semanas juntamente com dois novos produtos: a SEAT MÓ eScooter 125 100% elétrica e a SEAT MÓ eKickScooter 65.

A partir de amanhã, a SEAT MÓ está a oferecer um novo serviço de subscrição em Barcelona, um serviço de mobilidade com tudo incluído que permite o acesso a uma scooter 100% elétrica SEAT MÓ 125 durante dias, semanas ou meses (incluindo manutenção, seguro, carregamento) sem cláusula de permanência por 149 €/mês a partir de três meses de aluguer. Com estas scooters, a SEAT MÓ também vai iniciar o serviço de partilha nas próximas semanas em Barcelona.

Test Drive

Test Drive

Configurador

Configurador

Rede SEAT

Rede SEAT

Ofertas

Ofertas

Receber Newsletter

Receber Newsletter