Martorell, 28/10/2016 - Os Resultados Financeiros da SEAT continuam a evoluir. Nos primeiros nove meses de 2016 o fabricante acumulou um lucro operacional de 137 milhões de euros, um valor 11 vezes superior ao resultado homólogo de 2015 (12 milhões de euros). A melhoria no “mix” de vendas, principalmente graças aos primeiros efeitos financeiros do Ateca, ao crescimento sólido nas vendas do Alhambra, à contribuição das versões com melhores margens e à redução de custos, foi o fator chave na obtenção deste resultado.


O resultado financeiro da SEAT no decurso destes três primeiros trimestres do ano traduziu-se no volume de negócios mais elevado de sempre na história da marca, tendo em conta o mesmo período de tempo no exercício do ano passado. Com um aumento de 2,3%, a faturação do construtor automóvel chegou aos 6.535 milhões de euros (no mesmo período em 2015: 6.388).

O presidente da SEAT, Luca de Meo, sublinhou que “estamos satisfeitos com os ganhos operativos obtidos durante os primeiros nove meses deste ano. O êxito do Ateca já tem reflexos nestes resultados e mostra que a maior ofensiva de produto da nossa história terá um efeito indubitavelmente positivo no fortalecimento da marca. O Leon, o Ibiza e o Arona impulsionarão os resultados”.

Do seu lado, o vice-presidente Financeiro, de IT e Organização, Holger Kintscher, destacou que “seguimos o caminho da rentabilidade sustentável e acabaremos 2016 com lucro”. Kintscher acrescentou ainda que “no último trimestre deste ano aumentaremos a nossa taxa de investimento para que haja um impulso ao nível da industrialização dos novos modelos e nos trabalhos de implementação da plataforma MQB-A0, assim como no lançamento comercial do Ateca.”.

O lançamento do Ateca tem conhecido uma repercussão positiva na entrega de veículos a clientes durante o terceiro trimestre, com um crescimento de 4,5%. Entre janeiro e setembro, as entregas cresceram 1,5% alcançando 312.900 automóveis (2015: 308.400). O crescimento das vendas do Leon (+7,7%) e do Alhambra (+23,0%), assim como o início da comercialização do Ateca, impulsionaram as vendas da marca, que sobem pelo quarto ano consecutivo. Até ao momento, a SEAT recebeu mais de 30.000 encomendas do primeiro SUV da SEAT. Por mercados, os resultados de países como a Turquia (+40,6%), Áustria (+14,7%), Suécia (+39,4%), Polónia (14,3%) e México (+4,7%), reforçaram os resultados financeiros neste terceiro trimestre.