Telefonavam aos amigos através de telefones fixos, em casa, mas hoje usam telemóveis de última geração. Começaram a ouvir música com um leitor de cassetes e hoje têm os seus arquivos favoritos guardados numa nuvem. São os millennials: uma geração que se destaca por se ter adaptado rapidamente aos avanços tecnológicos. Atualmente, este grupo representa 12% do total de compradores de automóveis na Europa. Porém, o que procura esta geração hiperconectada e amante da autonomia ao escolher um automóvel?

O design acima de tudo

O design é o principal motivo de escolha para 40% dos millennials.

Para 40% dos atuais compradores entre os 25 e 37 anos, as linhas exteriores são uma das principais razões de compra, segundo estudos internos da SEAT. Além disso, um terço dos com menos de 30 anos considera que o automóvel é uma expressão da sua personalidade e que deve refletir o seu próprio estilo, garante a mesma fonte. A conectividade, o sistema de som e o sistema de infotainment são também elementos decisivos de um em cada três millennials.

Carros citadinos

Existe no mercado um sem-fim de possibilidades, mas para esta geração não há dúvidas: 50% escolhe automóveis compactos como o SEAT Leon ou o Ibiza. Além deste, o segmento dos SUV também é a opção preferida de 20% deste grupo de compradores, uma percentagem que aumenta à medida que aumenta a idade dos compradores. Por outro lado, apenas um em cada cinco millennials pode comprar o automóvel com as suas poupanças, relação que aumenta para 40% em gerações posteriores.

Informados com apenas um click

Como geração digital, no momento de escolha entre um modelo automóvel ou outro, os millennials realizam uma exaustiva pesquisa através da internet. Segundo Enrique Pastor, responsável de Investigação de Mercados e Estratégia de Produto da SEAT, “precisam, em média, de nove semanas até concluírem a compra. Como precisam de mais informação e têm menos experiência no processo de compra do automóvel, também demoram mais tempo para tomar a decisão.”.

A página web do fabricante e as avaliações dos meios especializados na internet representam, respetivamente, 50% e 24% das fontes principais de informação. Uma peculiaridade que os diferencia em relação à geração precedente é que, para esta geração, as recomendações de amigos e de familiares têm um peso importante. Antes de fazer uma compra, 23% da geração millennial consulta a opinião do círculo de pessoas mais próximo; enquanto esse valor diminui para 13% entre os utilizadores com mais de 40 anos.

Partilhar é viver

Em comparação com o passado, o uso que se faz atualmente do automóvel alterou-se. Segundo estudos internos, os millennials são a primeira geração interessada em novas formas de mobilidade. Por exemplo, 26% dos condutores deste grupo de idades considera a possibilidade de partilhar o seu automóvel com outros utilizadores. De facto, o carsharing é “uma tendência que irá aumentar no futuro: calcula-se que em 2025 haverá no mundo mais de 36 milhões de utilizadores de serviços que incluam ofertas de automóveis partilhados”, conclui Pastor.

How millennials buy new cars & what they look for