Um resultado sem precedentes. A SEAT alcançou em março o maior volume de vendas num único mês nas suas quase sete décadas de história. A empresa automóvel comercializou 62.500 veículos, mais 3,5% do que em março de 2018 (60.400), que até ao momento detinha o maior volume de vendas num mês.

O resultado de março contribuiu para um fecho recordista da SEAT num primeiro trimestre. As vendas mundiais da empresa aumentaram 8,8% em relação aos três primeiros meses de 2018 e, com 151.400 veículos entregues, superaram o recorde do primeiro trimestre do ano passado (139.200).

As entregas da marca CUPRA* estão a contribuir para o resultado da empresa. No primeiro trimestre de 2019, a CUPRA vendeu 6.000 unidades, um crescimento de 115,7% face ao trimestre equivalente do ano passado, graças essencialmente à contribuição do novo CUPRA Ateca (*nota: resultado integrado no valor total de vendas da SEAT).

O Vice-presidente Comercial da SEAT e CEO da CUPRA, Wayne Griffiths, sublinhou que “contar com uma gama nova e ampla de produtos permitiu-nos continuar a bater recordes no primeiro trimestre do ano. O cenário económico apresenta incertezas e desafios e, por isso, o recorde que alcançamos no primeiro trimestre é ainda mais relevante. Em 2019, o novo SEAT Tarraco impulsionará os valores globais de vendas, o que nos traz confiança para este ano. Além disso, o resultado excecional da CUPRA no primeiro trimestre incentiva-nos a continuar a alargar a presença da marca na Europa e em regiões estratégicas como o Norte de África e a América Latina”.

SEAT atinge sucesso em vendas em março, com 62.500 carros vendidos, e bate record de entregas no mesmo mês

Nos três primeiros meses de 2019, a Alemanha e o Reino Unido lideraram, juntamente com a Argélia, o aumento das vendas mundiais da SEAT. Espanha e Alemanha são os principais mercados, com 29.400 veículos vendidos. Na Alemanha, as vendas cresceram 16,2% e em Espanha também subiram, 2,9%, apesar das matriculações no país terem retrocedido quase 7%. A SEAT foi a marca líder no mercado espanhol no primeiro trimestre, também no canal de particulares. A empresa conseguiu o melhor resultado comercial da sua história na Alemanha e também no Reino Unido, onde cresceu 12,3% e vendeu 20.600 veículos.

O sucesso em vendas da SEAT também se sustenta no crescimento em países como a França (8.100; +10,5%), Itália (7.000; +12,3%), Áustria (6.000; +4,3%), Suíça (3.400; +8,8%) e Países Baixos (3.000; +16,2%). O fabricante espanhol alcançou o volume de vendas mais elevado da sua história num primeiro semestre em dois destes mercados, a Áustria e Suíça.

Por outro lado, a Argélia é um dos países onde as entregas da SEAT mais crescem em relação ao primeiro trimestre de 2018, batendo um novo recorde: 10.000 veículos vendidos (+38,8%). A SEAT também cresceu no México (+6,2%), que se mantém como um dos seus principais mercados, com 6.400 veículos vendidos.