A SEAT foi designada pelo Grupo Volkswagen para liderar o crescimento do grupo automóvel no Norte de África. A empresa espanhola coordenará, a partir de agora, a estratégia do Grupo e das suas marcas estabelecidas nessa região, identificará sinergias e promoverá acordos de colaboração com outras empresas. Esta decisão enquadra-se na estratégia do Grupo Volkswagen de descentralização da sua estrutura com o objetivo de ganhar tempo e eficiência.

SEAT to lead Volkswagen Group’s North Africa expansion | SEAT

O presidente da SEAT, Luca de Meo, sublinhou que “o Grupo Volkswagen confiou à SEAT a liderança do Norte de África depois do sucesso do projeto iniciado o ano passado na Argélia com a fábrica de montagem de Relizane, que está a funcionar em plena capacidade. É uma grande responsabilidade liderarmos a estratégia do Grupo numa região emergente como o Norte de África, que assumimos com a convicção de que a honraremos”.

O Grupo descentraliza a sua estrutura territorial para ganhar rapidez e eficiência.

O Norte de África é uma das regiões estratégicas na expansão e globalização da SEAT. A empresa tem como objetivo aumentar a presença internacional fora da Europa e reforçar a sua presença nos cinco continentes. A Argélia desempenha um papel essencial nesta estratégia. O país norte-africano é um dos cinco mercados mundiais com maiores vendas SEAT em 2018, juntamente com a Alemanha, Espanha, Reino Unido e França, e também o país onde as entregas crescem ao ritmo mais elevado, com 10.700 veículos vendidos entre janeiro e maio (1.000 no mesmo período de 2017). Além disso, a SEAT conta com uma presença sólida noutros países da região, como Marrocos e Tunísia.

Fábrica de Relizane, o pilar da SEAT no Norte de África

A SOVAC, importador do Grupo Volkswagen na Argélia, e o Grupo inauguraram em julho de 2017 uma fábrica multimarca de montagem na cidade de Realizane, 280 quilómetros a sudoeste de Argel. A SEAT lidera este projeto desde o início e, agora, a responsabilidade estende-se a toda a região.

O arranque da fábrica de Relizane fez disparar as vendas da SEAT na Argélia este ano, graças à montagem da nova geração do Ibiza.
Em complemento, a marca dará início, nas próximas semanas, à comercialização do Leon e do Arona no mercado argelino, que, como o SEAT Ibiza, serão fabricados em Martorell e com montagem final em Relizane. Nesta fábrica também serão montados diferentes modelos da Volkswagen, Škoda e Volkswagen Veículos Comerciais, todos eles para o mercado argelino. Por outro lado, uma das missões da SEAT é a de promover a criação de uma rede de fornecedores da indústria automóvel na Argélia, com o objetivo de desenvolver e montar novos modelos neste país.