pt:Company:News & Events:Company:From SEAT 1400 to new SEAT Leon 2020.21.0.0 PT/PT

Do SEAT 1400 ao Novo Leon

A SEAT lança veículos desenhados e desenvolvidos para as necessidades dos clientes desde o seu início. Quando o SEAT 1400 foi lançado, em 1953, alargou os horizontes de mobilidade com o estilo dos modelos americanos e o luxo e a elegância que as pessoas procuravam nesse momento.

Dando um salto para os dias de hoje, todos os SEAT encerram o espírito do primeiro veículo da marca num dos veículos mais sofisticados de sempre alguma vez nascido nas linhas de produção de Martorell.

Mas como evoluiu o design e a engenharia ao longo destes 70 anos?

Design exterior

SEAT celebra o seu 70º aniversário: do SEAT 1400 ao Novo Leon

As exigências mudaram significativamente ao longo das décadas. Onde antes se apreciavam acabamentos cromados e faróis redondos, hoje procuramos uma integração mais evidente que funde as necessidades aerodinâmicas com a pureza estética.

  • Vista frontal: longe vão os tempos dos abundantes e brilhantes cromados e das proporções salientes. O design esculpiu a área frontal juntando a estética com a aerodinâmica para produzir um visual limpo, acutilante e chamativo.

  • Vista traseira: luzes traseiras minúsculas, quase invisíveis, bagageira pronunciada e óculo traseiro mínimo deram lugar à iluminação sofisticada e dinâmica que sublinha a linguagem do design do Novo SEAT Leon.

  • Perfil: as vistas mudaram. Nos anos de 1950, o SEAT 1400 impunha um design alto, hirto, com rodas pequenas, laterais angulosas e bicudas, quase ameaçadoras; e num salto para os dias de hoje encontramos no Novo SEAT Leon um visual dinâmico em grande destaque, com a base dos pilares dianteiros e a continuidade da linha de ombros a formar um conjunto que transmite performance e confiança.

Design e espaço interior

  • Os bancos: o SEAT 1400 destaca-se na natureza prática da época, com bancos tipo sofá que garantiam espaço à frente e atrás. Mas os tempos mudaram e os bancos dianteiros do SEAT Leon têm hoje como missão envolverem o condutor e o passageiro garantindo um ótimo apoio e conforto, mesmo em viagens longas. Atrás, os lugares individuais asseguram o equilíbrio perfeito entre conforto e versatilidade.

  • Bagageira: nos anos de 1950 as bagageiras eram grandes, porque tinham que ser. A do SEAT 1400 albergava a roda suplente e o acesso ao bocal de abastecimento, perdendo alguma da sua versatilidade. Hoje, o volume da bagageira é maximizado com o rebaixamento do piso e com a modularidade dos bancos traseiros, que podem ser rebatidos de diversas formas para aumentar a área de carga.

Estilo exterior

  • Faróis: os dois grandes focos redondos com lâmpadas centrais deram lugar à sofisticada tecnologia LED que proporciona uma maior criatividade aos designers de forma a integrar a função da iluminação na linguagem visual do veículo.

  • Farolins traseiros: as luzes pequenas e apenas funcionais foram substituídas por sistemas dinâmicos, capazes da comunicação luminosa que sublinha a personalidade do veículo, acrescentando personalidade ao veículo, criando uma nova dimensão ao design traseiro.

  • Rodas: as paredes altas dos pneus em jantes pequenas em aço com tampões centrais cromados dos anos 1950 foram substituídos por elementos mais largos, com design mais sofisticado utilizando padrões elaborados em ligas leves de alumínio e com perfis rebaixados.

  • Logótipo: a simplicidade é o elemento chave na história da SEAT e o logotipo do 1400 ressoa essa necessidade, dando um salto para o ano 2020, o Novo SEAT Leon usa um logo mais saliente, mais robusto, resultando no símbolo de uma marca perfeitamente estabelecida.

  • Antena: o SEAT 1400 nasceu numa era analógica que via o entretenimento numa viatura mais como uma novidade do que como uma expetativa. Atualmente, a digitalização das nossas vidas resulta numa infinidade de estações de rádio emitidas de todos os continentes, e o SEAT Leon consegue transmiti-las todas.

O visual e ambiente interior

  • Tablier: como em muitas outras áreas, o analógico dominava o SEAT 1400 ao qual chegava muito pouca informação. Hoje, com a ampla disponibilidade dos sistemas a bordo do SEAT Leon, muito mais informação fica disponível de forma muito clara e personalizada aos gostos individuais graças ao ecrã com tecnologia digital e configurável.

  • Volante: o elemento principal na ligação entre o condutor e o veículo. Nos anos de 1950 era um fino aro de dois braços desenhado apenas para virar as rodas. A era moderna acrescentou muito mais sentido tátil e ergonomia, bem como um conjunto de controlos multifuncionais que permitem ao condutor aceder e controlar um vasto conjunto de funções.

  • Infotainment: o rádio capaz de sintonizar um número mínimo de estações era tão avançado como poderia ser na era do 1400. Hoje, o Novo SEAT Leon é um dos automóveis mais conectados alguma vez produzido pelo fabricante. Ligado às nossas vidas digitais, podemos usar os dispositivos pessoais no habitáculo, emparelhando-os para termos acesso às nossas aplicações, contactos e media através do sistema de alta definição de infotainment.

  • Alavanca da caixa de velocidades: a alavanca do comando da caixa na coluna de direção do SEAT 1400 fazia a passagem das mudanças na simples transmissão de quatro velocidades, enquanto a troca das relações da caixa de velocidades com tecnologia shift-by-wire significa que o SEAT Leon proporciona passagens suaves em qualquer tipo de condução, além de que esta tecnologia também liberta espaço a bordo para ocupantes e objetos.

  • Acabamentos: as opções eram mínimas no SEAT 1400, mas hoje a lista é infindável, permitindo que o comprador possa escolher os acabamentos e as funções que moldem cada viatura à sua personalidade e estilo de vida.

Propulsores

  • Motorizações: o SEAT 1400 era impulsionado por um motor de quatro cilindros a gasolina com uma capacidade de 1,395cc, produzindo 44 cv às 4,400 rpm, o que proporcionava uma velocidade máxima de 125km/h com médias de consumo de 10.5 litros/100km. Atualmente, a eficiência dos motores é a chave do sucesso, com o Novo SEAT Leon a receber a tecnologia mild-hybrid para maximizar a eficiência de combustível.

O motor de quatro cilindros 1.5 TSI mHEV junta a tecnologia de 48V mild-hybrid ao bloco de combustão, permitindo o alcance de 221km/h, mas precisando apenas de 5.6-6.4 litros/100km (WLTP).

Test Drive

Test Drive

Configurador

Configurador

Rede SEAT

Rede SEAT

Ofertas

Ofertas

Receber Newsletter

Receber Newsletter