A SEAT fechou a primeira metade de 2017 com o seu melhor resultado comercial desde 2001. As vendas SEAT cresceram em 13,7%, comparando com o mesmo período de 2016, chegando a um número total de 246.500 veículos (2016: 216.800), quase mais 30.000 viaturas. No mês de junho, as vendas SEAT atingiram as 45.200 unidades, um aumento de 12,6% comparativamente ao período homólogo (40.100).

De acordo com Wayne Griffiths, Vice-Presidente de Marketing e Vendas da SEAT, “no primeiro semestre de 2017 alcançámos o melhor resultado em vendas em 16 anos. Continuamos a crescer a dois dígitos e estabelecemo-nos como uma das marcas que mais cresce na Europa. Este aumento está baseado nos resultados sólidos na maioria dos mercados, que começam a demonstrar os resultados da maior ofensiva de produto lançada em 2016 - primeiro com o Ateca, seguindo-se, no início do ano, a atualização do Leon. Com o novo Ibiza e o novo Arona, esperamos poder manter este desenvolvimento positivo”.

A marca entregou um total 246.500 carros

As vendas da SEAT subiram na primeira metade do ano devido aos excelentes resultados dos principais países Europeus, que registaram um aumento de dois dígitos. Espanha lidera o crescimento com 54.100 automóveis vendidos (+21,2%), seguida da Alemanha em segundo lugar, com a venda de 48.600 automóveis (+10,2%), e em terceiro destaca-se o Reino Unido (29.500; +20,5%). França (13.300; +18,2%) e Itália (10.500; +14,6%) estão também entre os países que registaram um crescimento superior a 10%.

O novo SEAT Arona será comercializado no último trimestre do ano.

Na SEAT Portugal os resultados não são menos impressionantes, já que as 4.800 unidades registadas no primeiro semestre deste ano correspondem a uma subida de 6,1% comparativamente ao período em análise de 2016.

Outros dois mercados Europeus Ocidentais - Áustria e Suíça, contribuíram positivamente para o resultado comercial da SEAT. No caso da Áustria as vendas subiram em 23,1% (total: 9.500 veículos), já a Suíça atingiu um notável aumento de 52,3% (total: 5.300). Nos dois países a SEAT está entre as 10 marcas que mais vendem. Este aumento também se verificou noutras regiões do mundo. O México é o quinto mercado global da SEAT (12.900; +6,4%); a Turquia é o sexto (11.300; +0,5%); a Polónia é o nono (6.000; +22,3%); e Israel fecha o TOP10 (5.500; +5,4%).

A SEAT começou o primeiro semestre com um Novo SEAT Leon, o mais vendido da marca, que chegou às ruas em janeiro. Adicionalmente, ainda na maior ofensiva de produto da história da SEAT, o Novo Ibiza (quinta geração) foi apresentada no início do ano - e está neste momento em fase de lançamento -, o Ateca incorporou o equipamento FR e, a 26 de junho, a SEAT apresentou, em estreia internacional, o novo crossover compacto Arona, que será vendido no último trimestre do ano. Em 2018, a gama SUV estará completa com o terceiro veículo com até sete lugares, posicionando-se num segmento acima do Ateca.