pt:Company:News & Events:Cars:Factory choreography 2020.0.11.0 PT/PT

Uma coreografia na fábrica

Quando pensamos numa coreografia o mais provável é visualizar uma apresentação de Ballet Bolshoi em Moscovo ou da Royal Ballet School em Londres. Mas há outras coreografias menos conhecidas. Por exemplo, a que é realizada 2.300 vezes por dia na fábrica da SEAT em Martorell com cada um dos veículos produzidos diariamente, a tempo e horas, a pedido dos clientes. É assim que soa a coreografia da fábrica.

O criador

Tudo começa quando um cliente configura o carro que quer comprar e realiza uma encomenda num dos concessionários nos mais de 80 países onde a SEAT opera. Desde o modelo, o motor, a cor, os assistentes, os acabamentos, os estofos... milhares de encomendas personalizadas chegam todos os dias à fábrica em Martorell. "Tendo em conta as capacidades dos fornecedores e da fábrica, são definidos os carros a serem produzidos durante as próximas quatro semanas e começam a ser fornecidas as peças necessárias. Esta planificação é depois trabalhada ao micro detalhe, à medida que a data se aproxima, assegurando que temos todas as peças necessárias e que a produção está equilibrada", explica Juan Vivas, responsável pelo departamento de Inbound.

A partitura

Após passar pela oficina de prensa, a estrutura do veículo é montada na oficina de carroçaria com um chip inserido. Este é o ADN do carro, onde se encontra a informação sobre o tipo de veículo, os seus acabamentos e todas as peças a serem montadas. A partir daqui, todos os materiais são sequenciados para que cheguem na hora certa.

Um timing perfeito

Uma vez nas oficinas de pintura e montagem, a instalação é feita ao longo de mais de 2 quilómetros de linha e a vários níveis. As peças chegam à secção onde têm de ser presas ao carro precisamente no momento em que são necessárias. Desta forma, por exemplo, um Leon FR vermelho com condução à direita pode ser montado primeiro, e o carro seguinte, um Leon azul familiar com um tejadilho e condução à esquerda.  "Um dos aspetos mais surpreendentes para quem visita a nossa fábrica é que nenhuma série de carros é produzida da mesma maneira, cada viatura é diferente da anterior e da seguinte. O sistema just in time e a nossa flexibilidade permitem-nos adaptar às necessidades do cliente em qualquer momento", afirma Juan Vivas.

Os movimentos

Para facilitar a montagem de todas as partes, as portas são separadas da carroçaria e seguem outro percurso de 1,4 km numa secção elevada. Pouco a pouco o carro ganha forma: 2 quilómetros de cabos, o painel de instrumentos, o volante, a caixa de velocidades, o motor... Há 6.000 peças por carro, ou seja, mais de 16 milhões por dia entre todos os veículos produzidos.

Os artistas

Fazer um carro a cada 40 segundos requer uma coordenação precisa

6.600 funcionários estão encarregados de fazer fluir os movimentos nas linhas de montagem para que o espetáculo de dança seja perfeito. Uma equipe treinada que trabalha numa linha cada vez mais ergonômica e eficiente. "Os trabalhadores nem sempre estão na mesma posição. Os turnos mudam a cada duas horas para não repetirem sempre os mesmos movimentos. Além disso, o Laboratório de Biomecânica SEAT estuda cada posição para torná-la mais ergonômica e facilitar o trabalho", diz Luis Ródenas, supervisor de linha da oficina 10.

A partitura da coreografia

7 horas nas oficinas de montagem
6.600 funcionários dedicados à produção de automóveis em Martorell
2.000 robôs na fábrica
6.000 peças por carro
4.600 quilómetros percorridos todos os dias na linha de montagem de todos os automóveis
2.300 carros saem de Martorell todos os dias

Test Drive

Test Drive

Configurador

Configurador

Rede SEAT

Rede SEAT

Ofertas

Ofertas

Receber Newsletter

Receber Newsletter