Quem nunca cantou "Mamaaaa, ooh, ooh, ooh, ooh..." do fundo dos pulmões enquanto conduzia? Qualquer parte da Bohemian Rhapsody é boa para nos libertar, aliviar o stress e desfrutar do prazer de viajar. Agora, de acordo com uma pesquisa realizada pela SEAT UK, sabemos que não estamos sozinhos quando cantamos ao volante.

"Happy": 90% dos condutores admite que ouvir música no carro lhes dá uma sensação de felicidade. Na verdade, a grande maioria deles (84%) ouve, sempre, ou muito frequentemente, as suas músicas favoritas enquanto conduz, como mostra a pesquisa da SEAT UK feita com um grupo de 2.000 condutores entre os 18 e os 84 anos.

Estes resultados são apoiados por uma pesquisa publicada na revista Nature, que mostra que ouvir música liberta Dopamina, a hormona da felicidade. Além disso, o prazer aumenta quando ouvimos uma música de que gostamos especialmente. Neste sentido, a SEAT é o primeiro fabricante automóvel do mundo a integrar a app Shazam nos seus veículos. De acordo com a Nielsen Consulting, 70% dos utilizadores consulta esta aplicação quando se desloca num automóvel, a mais de 30 km/h.

"We will rock you": E mesmo que não haja uma análise aos gostos musicais individuais, os participantes da pesquisa das melhores músicas para ouvir no carro também registaram os seus géneros favoritos, com pop e rock no topo da lista. 64% afirma que ouvir diferentes tipos de músicas muda o seu humor.

Dada a forte ligação entre a música e a condução, os sistemas de som atuais devem soar como uma orquestra. Vários aspetos influenciam a qualidade do som, desde a localização dos altifalantes à disposição do habitáculo e, claro, ao movimento.

 "O nosso objetivo final é alcançar o som mais natural possível"

Adrián Mateo, engenheiro de acústica de áudio automotivo da SEAT

Bohemian Rhapsody, dos Queen, lidera a lista das melhores músicas para ouvir no carro

"Bohemian Rhapsody": Qualquer fragmento do sucesso dos Queen é um exemplo claro do efeito que a música tem sobre os condutores. Com base nas respostas dos participantes da pesquisa realizada pela SEAT UK, Bohemian Rhapsody, gravada em 1975, está no topo da lista das 20 melhores músicas para ouvir no carro.

O Top 10 está repleto de músicas imperdíveis. A segunda mais popular é outro hit dos anos 70, Dancing Queen, dos Abba, seguido por Livin' on a Prayer de Bon Jovi, e outros hits dos anos 80 como Walking on Sunshine ou Eye of the Tiger.

"I Gotta Feeling": Os únicos dois artistas atuais que entraram no Top 10 são Pharrell, com Happy, e Black Eyed Peas, com I Gotta Feeling. Há muitas canções modernas a partir do 11º lugar, como This Is Me, do filme The Greatest Showman, ou Roar, de Katy Perry.

Entre a 11ª e a 20ª posição da lista das melhores músicas para ouvir no carro, estão o hit mais antigo, Ain't No Mountain High Enough (1966), e o único dos anos 90, Wonderwall, dos Oasis.

Top 20 músicas para ouvir no carro

  1. Bohemian Rhapsody, Queen
  2. Dancing Queen, ABBA
  3. Livin’ on a Prayer, Bon Jovi
  4. I’m Gonna Be (500 miles), The Proclaimers
  5. Eye of the Tiger, Survivor
  6. Walking on Sunshine, Katrina and the Waves
  7. Wake Me Up Before You Go Go, Wham!
  8. Happy, Pharrell
  9. Girls Just Wanna Have Fun, Cindy Lauper
  10. I Gotta Feeling, Black Eyed Peas
  11. Ain’t No Mountain High Enough, Marvin Gaye & Tammi Terrell
  12. Don’t Stop Believing, Journey
  13. Wonderwall, Oasis
  14. This Is Me, The Greatest Showman
  15. Roar, Katy Perry
  16. Hey Ya!, Outkast
  17. I Believe in a Thing Called Love, The Darkness
  18. Three Little Birds, Bob Marley
  19. One Kiss, Calvin Harris & Dua Lipa
  20. Hey Baby!, DJ Otzi

... e cinco aspetos que fazem destas músicas um sucesso (segundo Pablo Cano, músico, produtor e compositor de mais de 500 músicas).

  • Ritmo. 2/4 ou 4/4 de batimentos são fáceis de identificar e dançar; são tão familiares como os nossos próprios batimentos cardíacos.

  • Harmonia. As notas principais (Dó maior, Ré maior...) trazem uma sensação de "vitalidade e alegria". Além disso, a ideia de que menos é mais também se aplica à música: "Muitas músicas de sucesso têm apenas 3 ou 4 acordes".

  • Estrutura. Deve ser lógica para que as pessoas que ouvem possam antecipar que parte está a chegar, dependendo do estilo da música.

  • Letra das músicas. Elas são normalmente descomplicadas, "para que qualquer um possa entender a mensagem e identificar-se com ela". O objetivo é criar empatia.

  • Refrão. "Tem que ter uma melodia simples e fácil de cantar". É o que o ouvinte se vai lembrar, por isso torná-la repetitiva é muito importante.