pt:Company:News & Events:Cars:From ice cubes to Climatronic 2020.0.11.0 PT/PT

De um cubo de gelo ao Climatronic

O primeiro sistema de arrefecimento de um automóvel data de 1884, mas estava longe de ser destinado aos ocupantes. Foi uma invenção rudimentar que utilizava gelo para evitar o sobreaquecimento do motor. Só meio século depois é que alguém começou a pensar no conforto dos utilizadores. Hoje, em automóveis como o Novo SEAT Leon, o Climatronic de três zonas tem tudo para garantir que o condutor, o passageiro da frente e os que estão sentados atrás viajem sempre à temperatura que escolheram. Revemos a história do ar condicionado em quatro modelos SEAT.

SEAT 1400: Abra a janela.

Embora tenha sido possível instalar um sistema de ar condicionado nos veículos desde os anos 40, patenteado pelo americano Willis Haviland Carrier, custou cerca de 300 dólares, o que constituiu uma verdadeira fortuna para a época. Assim, o método geral de arrefecimento era simples: abrir a janela. O SEAT 1400 de 1953 tinha duas janelas em forma de triângulo que, com a sua geometria específica, asseguravam que o impacto da corrente incidisse principalmente nas mãos e nos braços do condutor e do passageiro da frente. Por baixo, o ar era aspirado através do radiador se o aquecimento estivesse desligado.

SEAT 132: Ar condicionado de fábrica.

O primeiro modelo da SEAT com ar condicionado instalado de fábrica foi o 132

O ar condicionado arrancou realmente quando Nash Kelvinator se tornou o primeiro fabricante especializado nestes sistemas e forneceu-os a várias marcas de automóveis. O SEAT 132, um modelo de 1973, foi o primeiro SEAT que permitiu a instalação de fábrica a pedido do cliente. Além disso, o automóvel apresentava palas solares com um design único. Não eram articulados, mas estavam escondidos no tejadilho do veículo e deslizavam para baixo. Também as incorporou nas laterais, evitando o impacto da luz solar de frente e de lado.

SEAT Ibiza 2ª geração: Ar fresco com múltiplas configurações.

No Ibiza de 1993 estava disponível um sistema de ar condicionado muito mais avançado. No entanto, ainda não era possível selecionar uma temperatura. O sistema arrefecia mais ou menos em função da velocidade do ventilador interior, que o utilizador poderia regular. O sistema também cumpria uma importante função de segurança, uma vez que secava o ambiente dentro do veículo, evitando que o para-brisas embaciasse.

Novo SEAT Leon: Climatronic 3 zonas.

"Com o Climatronic do Novo Leon, não só o condutor, mas também o co-condutor e os passageiros dos bancos traseiros podem regular a sua temperatura de conforto, que recomendamos que seja de 22.ºC", explica Eva Villar, designer de sistemas de ar condicionado da SEAT. Com vários sensores (temperatura exterior e interior, solar, pressão e humidade), o sistema regula os elementos internos para manter a temperatura escolhida, quaisquer que sejam as condições exteriores. Além disso, nos modelos híbridos, o Climatronic pode ser operado à distância para que, o automóvel esteja à temperatura ideal uma vez que o utilizador entre no carro. Por outro lado, a função sensor de qualidade do ar deteta quando há excesso de poluição, fecha automaticamente as entradas de ar exteriores e faz com que o ar interior volte a circular. Ao mesmo tempo, o sistema Air Care purifica o ar e até incorpora um filtro antialérgico.

O futuro

Eficiência e poupança energética, qualidade do ar e personalização são as principais linhas de trabalho da equipa de climatização da SEAT.  Em alguns anos, poderá ser criado um perfil de utilizador, com dados como o peso e altura, vestuário, metabolismo ou rotinas diárias e o sistema poderá utilizá-los para manter o conforto ideal.

Test Drive

Test Drive

Configurador

Configurador

Rede SEAT

Rede SEAT

Ofertas

Ofertas

Receber Newsletter

Receber Newsletter