Barcelona, 17/11/2016 – As soluções de mobilidade partilhada e conetada da SEAT foram um pouco mais além com o projeto SEAT Connected Sharing. Em 2017 o construtor espanhol lançará um projeto piloto de carsharing para os seus mais de 14.000 empregados.

Este projeto integrará distintas soluções de transporte baseadas no carsharing e carpooling. Nesse sentido, a SEAT Connected Sharing disponibilizará o uso da frota da empresa quando os veículos não estiverem a ser usados, além de permitir a troca de veículos particulares ou a sua partilha nas deslocações comuns.

Em acréscimo, a SEAT também mostrou na Smart City Expo 2016, que decorreu esta semana em Barcelona, a aplicação Digital Sharing. Esta app, pensada para funcionalidades de economia partilhada (peer-to-peer sharing), apresenta a novidade de permitir a cedência de veículos entre particulares ou em frota de empresas, funcionando como uma chave digital.

O objetivo destes projetos é o de acelerar o desenvolvimento de soluções que facilitem a partilha do veículo. “A evolução deste tipo de tecnologia acelera o conceito de mobilidade Easy em que temos trabalhado e com o qual queremos facilitar a utilização de soluções por parte dos utilizadores, começando pelos próprios empregados da SEAT. Incorporar o conceito do carsharing e as potencialidades que proporciona no âmbito da economia partilhada é uma evolução natural da nossa atividade e está alinhada com o processo de transformação digital em que estamos embrenhados”, esclarece Fabian Simmer, responsável pela Digitalização da SEAT.

A estes projetos somam-se as restantes inovações tecnológicas que a SEAT apresentou nesta edição da Smart City Expo 2016, tal como o Ateca Smart City Car e a aplicação Parkfinder, um projeto pioneiro que facilita a procura de lugar de estacionamento, ou de novas modalidades de pagamento “seamless”. Todos eles avançam no sentido de uma mobilidade mais fácil de usar e que promova a empresa que, através do seu stand, brindou os visitantes com experiências de mobilidade conectadas e integradas em três ambientes: a visão do Digital Sharing, a experiência urbana proporcionada pelo Ateca e a plataforma iCity, com o qual a SEAT colabora com o município de Barcelona e a Cellnez Telecom.

A SEAT também apresentou no decurso do Smart City Congress o concept BCN Smart Shuttle, desenvolvido pelo hub de investigação e inovação pela mobilidade urbana CARNET. O objetivo do BCN Smart Shuttle é o de oferecer um serviço de mobilidade flexível e adaptada, em tempo real, ao tráfego urbano e às necessidades de transporte dos utilizadores. Christoph Wäller, responsável pela inovação SEAT, explica a iniciativa: “Queremos conhecer em profundidade as necessidades exigidas pelos utilizadores nas suas deslocações urbanas para desenvolvermos soluções de mobilidade partilhada especialmente eficientes. Um dos fatores-chave para o sucesso deste serviço passa pela rota inteligente do veículo, gerindo as necessidades de deslocação dos diversos utilizadores da forma mais eficiente. Assim, trabalhamos num novo algoritmo, o Mobility Formula, que testamos em contínuo e com melhorias constantes graças à nossa nova ferramenta digital de desenvolvimento, o laboratório de mobilidade virtual CARNET”.

O território Smart City é o cenário perfeito para impulsionar a visão de mobilidade do futuro da SEAT. O Marca, imersa num processo de transformação digital, criou o Easy Mobility Team, uma equipa multidisciplinar que lidera a transformação digital da SEAT com base em três áreas de trabalho: digitalização e I+D, experiência do cliente e desenvolvimento de negócio.