2019.0.15.0 PT/PT

SEAT participa num novo projeto europeu sobre Biometano a partir de resíduos

A SEAT vai participar até 2023 no projeto Life Landfill Biofuel, recentemente aprovado pela Comissão Europeia, que visa a obtenção de gás renovável a partir de aterros municipais. O objetivo é conseguir uma gestão mais eficiente através da obtenção de Biometano a partir de uma fonte de energia autóctone e abundante. O projeto será desenvolvido em conjunto com outras entidades parceiras durante os próximos quatro anos e tem um orçamento global de 4,6 milhões de euros, dos quais a Comissão Europeia financia 55%.

Andrew Shepherd, diretor de projetos de gás renovável da SEAT, destacou que "este projeto permitir-nos-á avançar no desenvolvimento e investigação do Biometano como combustível. O nosso objetivo final é garantir zero emissões de CO2 durante todo o ciclo de vida do veículo".

Com o objetivo de promover a economia circular, eficiência energética e redução de emissões, a SEAT já está a participar no projeto Life Methamorphosis para obter Biometano a partir de resíduos previamente selecionados de uma exploração agrícola na região de Lérida. O novo projeto Life Landfill Biofuel é mais um passo, uma vez que a matéria-prima vem diretamente do aterro, sem separação prévia.

A União Europeia limitará a 10% os resíduos urbanos que podem ser depositados em aterros até 2035. A conversão de resíduos em biocombustível para os transportes é, por conseguinte, uma solução para este desafio ambiental. Este novo projeto envolve também a FCC, IVECO, a Universidade de Granada, a Fundação Cartif, a SYSADVANCE e a Gasnam. Além disso, a SEAT, juntamente com a Aqualia, também desenvolveu um projeto semelhante para converter águas residuais em biocombustível. 

Biometano: Uma oportunidade de desenvolvimento económico sustentável 

Na Europa contam-se quase meio milhão de aterros, pelo que o desenvolvimento e a investigação de mecanismos de exploração para a obtenção de Biometano a partir de resíduos representa uma oportunidade de negócio para transformar os resíduos numa fonte de energia, o que, por sua vez, contribuirá também para reduzir as emissões ambientais. 

Neste sentido, existe um grande potencial na implementação de certificados de origem para a produção de Biometano. Este sistema facilitaria o desenvolvimento da indústria em Espanha, como já o fazem outros países da União Europeia, e a possibilidade de transferir estas certificações entre setores abriria muitas possibilidades para a indústria dos transportes.

Referência em gás natural comprimido (GNC) 

A SEAT é o fabricante europeu de automóveis que dispõe da mais ampla gama de veículos a gás natural comprimido (GNC), com quatro modelos produzidos na fábrica da empresa em Martorell: o Leon, o Leon Sportourer, o Ibiza e o Arona, o único SUV GNC do mundo. Em 2018, a empresa triplicou as suas vendas de veículos a GNC e anunciou um investimento de 6 milhões de euros para expandir a capacidade da fábrica de Martorell e, assim, aumentar de 90 para 250 o número de veículos diários a gás produzidos. Este ano, a empresa aumentou em 13% as vendas dos seus veículos a GNC na Europa em relação ao ano anterior, com 11.800 unidades vendidas. Além disso, a SEAT é o centro de competências do Grupo Volkswagen para o desenvolvimento tecnológico do gás natural comprimido como combustível alternativo.

Test Drive

Test Drive

Configurador

Configurador

Rede SEAT

Rede SEAT

Ofertas

Ofertas

Receber Newsletter

Receber Newsletter