A SEAT alocou 900 milhões de euros para investimento e despesas de I&D no novo Ibiza e Arona. O Presidente da SEAT, Luca de Meo, fez este anúncio durante a visita do Presidente do Governo da Catalunha, Carles Puigdemont, às instalações da empresa automóvel em Martorell, coincidindo com o início da produção em série do Novo SEAT Ibiza.

De Meo explicou que o montante total dos investimentos e despesas de I&D foi maioritariamente alocado ao desenvolvimento de ambos os modelos e à adaptação da fábrica de Martorell, de forma a poder acomodar a produção destes carros. O valor de 900 milhões de euros é parte do investimento global de 3.3 mil milhões de euros anunciado em setembro de 2015 para o período de 2015-2019.

O Presidente do Governo da Catalunha, Carles Puigdemont, visitou as instalações de Martorell e ficou a saber mais sobre os modelos que a SEAT irá lançar nos próximos anos.

De acordo com o Presidente da SEAT, “este investimento demonstra o nosso compromisso para o desenvolvimento económico do país e confirma a nossa liderança como o maior investidor industrial em I&D. Estamos a investir somas sem precedente para o lançamento de novos modelos. A SEAT desempenha um papel chave em termos de investimento, tecnologia, indústria e emprego, bem como na criação de riqueza e prosperidade”.

Desenvolvido exclusivamente em Barcelona, o novo Ibiza está a ser produzido na Linha 1 de Martorell, a fábrica que produz o maior número de veículos em Espanha, o qual vai coexistir alguns meses com a 4ª geração do veículo. Construído utilizando a nova plataforma MQB A0, o novo Ibiza aspira a marcar um ambicioso ponto de viragem em termos de segurança, design, performance e conforto. A partir do segundo semestre de 2017, esta mesma linha de produção vai acomodar a montagem do novo SEAT Arona, o novo crossover compacto da marca. Em Martorell são também produzidos o SEAT Leon e o Audi Q3.

“Sermos os primeiros a utilizar a nova plataforma MQB A0 do Grupo Volkswagen constitui um marco para a SEAT e para a fábrica de Martorell. Esta tecnologia oferece-nos maior flexibilidade já que nos permite construir vários modelos com diferentes formatos na mesma plataforma. Além disso, concentrar o volume de produção num único segmento, com o Ibiza e mais tarde com o Arona e o Audi A1, é uma excelente notícia para a indústria de suporte, dado que o volume de compras nos fornecedores nacionais vai aumentar”, afirmou Luca de Meo.

Com mais de 5.4 milhões de unidades vendidas desde o lançamento em 1984, o Ibiza é o modelo mais emblemático e mais vendido da história da SEAT. As vendas da 5.ª geração do Ibiza tiveram início a 7 de abril, chegando aos concessionários em junho. O novo Ibiza reflete o culminar de uma fase de consolidação e o princípio de um novo período de crescimento, o qual coincide com o ano em que a SEAT vai lançar a sua maior ofensiva de produtos.

Puigdemont visita Martorell

O Presidente do Governo da Catalunha, Carles Puigdemont, foi recebido pelo Presidente da SEAT Luca de Meo, naquela que foi a sua primeira visita às instalações da empresa. Juntamente com o Ministro de Negócios e Conhecimento, Jordi Baiget, e os presidentes de Câmara de Martorell, Abrera e Sant Esteve de Sesrovires, bem como com vários executivos da SEAT, o grupo visitou o centro de design, uma instalação única em Espanha, no qual a tecnologia e a criatividade se aliam de forma a conceber os novos modelos da marca, onde tiveram um contacto em primeira mão com a estratégia de futuro da SEAT e com os novos modelos que a marca vai lançar nos próximos anos.

O grupo seguiu depois para a oficina de montagem nº 10. Puigdemont chegou ao local ao volante do novo Ibiza acompanhado pelo presidente da SEAT, fez um tour pelas instalações nas quais este modelo está a ser produzido, e teve acesso às mais recentes inovações aplicadas pela empresa em termos de indústria 4.0, tais como os smartglasses ou robots autónomos, parte do compromisso de tornar Martorell numa fábrica inteligente.

O futuro da SEAT: investimento e crescimento sustentável

Durante a visita, Luca de Meo destacou a nova fase de crescimento empreendida pela marca a partir dos novos modelos e dos resultados financeiros que confirmam o caminho da empresa para o crescimento sustentável. A SEAT apresentou recentemente os melhores resultados financeiros da sua história, com um lucro operacional recorde de 143 milhões de euros. O lançamento de 4 novos modelos entre 2016 e 2017 resultou num valor recorde em investimentos e gastos de I&D, o qual atingiu o ano passado mais de 850 milhões de euros. Contabilizando desde 2012, o valor totaliza 3 mil milhões de euros.

A SEAT é um dos principais pilares da economia espanhola e líder na indústria automóvel, representando presentemente cerca de 1% do PIB espanhol e mais de 4% do PIB da Catalunha. O ano passado a empresa exportou produtos avaliados em mais de 7 mil milhões de euros, um valor de mais de 10% do total das exportações da Catalunha. Com mais de 14.000 colaboradores na Catalunha, a SEAT é o maior empregador local, gerando seis vagas de emprego indiretas por cada vaga de emprego direto.